A atuação do representante no processo decisório ocorre em Órgãos Colegiados, criados pelo Poder Público ou pela iniciativa privada, tais como conselhos, comitês, comissões, fundos, câmaras, fundações, etc. Estas instâncias têm objetivo definido, geralmente, em ato normativo e seus membros muitas vezes cumprem mandato com prazo determinado. As indicações vêm do Conselho de Representantes, órgão máximo da Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo (Findes), competente para escolher os representantes da indústria nos Órgãos Colegiados e de representação oficial.

O Que é Defesa de Interesses?

Defender interesses significa buscar a prevalência da posição da indústria na regulamentação de leis, execução de programas, definição de benefícios econômicos, no estímulo à competitividade e ao desenvolvimento econômico, ou seja, ter uma atuação ativa nos foros decisórios buscando a prosperidade do setor industrial.

O que significa ser um Representante?

Ser um representante da Findes significa levar os interesses da indústria aos Colegiados em que a Federação é chamada a atuar.

Para que a representatividade seja eficiente, o representante deve buscar o posicionamento da indústria em relação ao tema abordado e fazer-se ouvir dentro da instância em que está inserido, sempre com ética e transparência.

Nesse sentido, a representação é uma via de mão dupla: enquanto a Federação escolhe, autoriza e legitima o representante, esse se compromete com os interesses da indústria e com a prestação de contas dos atos por ele praticados.

Fivecom